Instrumentos - Violoncelo

Violoncelo

Parente de outros instrumentos de corda, como o violino, o contrabaixo e a viola, o violoncelo teve sua origem na Itália em meados do século XV. Foi utilizado por muito tempo como instrumento acompanhante, mas a partir do século XVIII, começou a ser visto como instrumento solista, e a receber sua devida importância. Dentre todos os instrumentos de uma orquestra, o violoncelo é o que garante mais harmonia e graciosidade quando acompanhado pela voz humana.

Como aprender a tocar o violoncelo

Tocar esse instrumento não é tão fácil como parece. Sugerimos que o músico aprendiz, num primeiro instante, recorra a um bom professor para aprender e treinar as principais técnicas necessárias para a produção de um som de qualidade. Com dedicação é bastante possível aprender a tocar razoavelmente bem no período de um ano.

Uma das coisas mais importantes é a postura. Desde o início, adotar a postura correta ao segurar o violoncelo evitará muitos problemas futuros. O instrumentista deve manter a coluna ereta e o instrumento posicionado entre suas pernas. O braço dele deverá estar passando ao lado da orelha esquerda e o arco deve ficar posicionado com firmeza na mão direita do músico.

Que a melodia da vida lhe traga notas de amor que Deus seja o Maestro e que te conduza a felicidade.

O que ele toca e quem toca

Os principais repertórios do violoncelo são tocados em concertos, sonatas, peças específicas e peças onde o violoncelo se destaca. As primeiras obras escritas especificamente para o violoncelo datam do final do século XVIII, por violoncelistas do norte da Itália. No passado, Beethoven, Bloch, Boccherini e Back realizaram grandes e inesquecíveis concertos e sonatas com o instrumento. Hoje em dia, ainda temos muitos músicos violoncelistas não só no exterior, mas aqui mesmo no Brasil: Antonio Menezes, Alceu Reis, Bráulio Lima, Nelson Gama e Heloísa Torres Meireles se destacam em meio a muitos outros em diferentes orquestras. Ninguém pode negar que o violoncelo fez e ainda faz história, internacionalmente e nacionalmente.

Como escolher um violoncelo;

Não se prenda a marcas, os violoncelos levam o nome do autor (construtor), chamado de luthier, então, procure pelos melhores do mercado. Entre os instrumentos mais caros e melhores do mundo, estão os confeccionados por Andrea Amati, Antonio Stradivari e Francesco Grofiller. Muitos deles nem estão à venda, e sim expostos em museus ou em posse de colecionadores.

Para a felicidade dos músicos, há bons instrumentos disponíveis para compra. Principalmente, se você é iniciante! Há peças de bons autores brasileiros, que normalmente são encontradas em lojas que vendem instrumentos em série. Outra saída, também, é procurar uma peça de um famoso luthier brasileiro e realizar a encomenda. Não tem muita dificuldade. Entre os mais famosos, está Rafael Sando, que produz peças de altíssima qualidade e de custo razoável. Problema resolvido!

O valor do violoncelo é resultado de uma conjunção de fatores: reputação do fabricante, qualidade da madeira, quando foi construído, qualidade da manufatura, entre outros. Um ponto importante é definir, antes de comprar o instrumento, se você o deseja para estudo ou se você já é um solista experiente. Isso influi bastante na escolha.

Ainda, tome cuidado com o mito de que instrumentos mais antigos são melhores que os modernos. Isso não é verdade! Hoje em dia, temos instrumentos modernos mais resistentes do que muitos outros produzidos anteriormente.

Abaixo um dos maiores Violoncelistas Mischa Maisky tocando Cello Suite Nº 1

Mais vídeos

16 Visitante(s) On-line | 1938 Visitas
Total de Membros: 422
Esse site não possui vínculo com a CCB, apenas são abordados alguns assuntos sobre o estudo musical praticado na CCB assim como o MTS (Método de teoria e solfejo) exclusivo para uso da CCB, sendo expressamente proibida sua reprodução. O MTS e outros Métodos estão sendo utilizados por esse website para aprimoramento dos estudos visando um melhor entendimento e aperfeiçoamento dos mesmos.